Chocolate ao leite com bacuri; delicioso lançamento paraense

A criação é uma parceria de Fábio Sicilia com a Fazenda Bacuri

Fabio Sicilia e Hortência Osaqui (Crédito da foto: Arquivo pessoal).

Tem novidades em solo paraense. Apaixonado pelo segmento gastronômico e atuante assíduo desde os 15 anos, o chocolatier Fabio Sicilia explorou a criatividade e inovação e criou o chocolate ao leite com a fruta de bacuri. A criação foi em parceria com a Fazenda Bacuri, de Hortência Osaqui, que fica no município de Augusto Corrêa.


Fabio Sicilia criou a receita em 2020, mas o lançamento precisou ser adiado, por ocasião do pico da pandemia, e este ano lançaram o produto. “Esse foi um projeto que começou antes da pandemia. Chegamos a lançar o cupuaçu, mas, com a parada da fábrica, aguardamos o retorno das atividades para retomar o projeto e fazer o lançamento. Foi uma inspiração no creme de Cupuaçu e no creme de Bacuri. Esse privilégio só nós, paraenses, temos. Os europeus não conhecem todos os nossos hábitos alimentares”, afirmou Fabio, aos felizes 37 anos de profissão.


O sucesso do lançamento foi tamanho, que Fabio disse ouvir de quem provou que se trata do melhor chocolate do mundo. “É uma das frutas mais nobres do mundo, apreciada por um público muito refinado e não poderia ser diferente, pois levam décadas para iniciar a primeira colheita e a fruta tem um paladar único, complexo e floral”, disse, ao enfatizar a honra que sente em fazer parte dessa realização em parceria com Hortência. “Estamos verticalizado com a sofisticação e o mais alto padrão de qualidade que a história da família Osaqui merece, pois são décadas de espera para realizar este feito que começa na geração anterior à da Hortência, com seu pai, e este é o merecido reconhecimento deste belíssimo trabalho de geração”, acrescentou.


Fabio Sicilia (Crédito da foto: Arquivo pessoal).

Fabio destacou a importância de viver esse momento. “Para mim, esse representa um dos momentos profissionais mais importantes da história da minha vida”, disse.


Para Hortência Osaqui, é gratificante ver um parceiro olhar para o fruto com tanto carinho e inovação. “Para nós, é mais que uma oportunidade e sim um sonho de um filho de imigrante japonês, professor Henrique Osaqui (in memória), se concretizando. Ele acreditava no potencial econômico dessa fruta. Nosso bacuri vem de uma floresta manejada desde o início da década de 70. Foi o pioneiro nesse manejo por rebrotamento natural. Nossa Agrofloresta tem aproximadamente 70 anos”, afirmou.


Quem quiser provar o delicioso chocolate, ele está disponível no quiosque Gaudens, no shopping Bosque Grão Pará, e em algumas lojas do aeroporto.


Para conhecer mais sobre Fabio Sicilia, siga @fabiosicilia nas redes sociais. Para conhecer melhor a Fazenda Bacuri, siga @fazendabacuribio também nas redes sociais.