Fran Marins canta e cozinha no Paraíso

Finalista do The Voice 2021 estará com a chef Paula Fernandes na live do Música e Gastronomia, neste domingo



Fran Marins e Paula Fernandes agitam a live do Gastronomia Paraense com a jornalista Rosiane Rodrigues, neste domingo (25), em Mosqueiro

Fran Marins, cantora paraense finalista do programa The Voice 2021, e a chef Paula Fernandes são as convidadas da segunda live do quadro Música e Gastronomia, que será transmitida neste domingo, 25, às 12 horas, no Youtube e Facebook do Gastronomia Paraense, diretamente do Hotel Fazenda Paraíso, em Mosqueiro. Chef Paula apresentará a Trilogia de Sabores Fran Marins, prato que a cantora recebeu como homenagem. As lives do Quadro Música e Gastronomia ocorrem uma vez por mês.

No The Voice, Fran emocionou os jurados com seu talento e sua história. “Eu sempre tive o sonho de ser cantora, desde a minha infância, mas só pude realizá-lo aos 45 anos, depois de casada e mãe de três filhas”, contou. A cantora, agora com 69 anos, conseguiu realizar o sonho graças ao apoio de uma das filhas, que foi quem a levou no videokê onde a carreira começou. Alguns meses depois de ajudar Fran, a filha faleceu. “Se eu canto hoje, é para suprir essa falta. O que me sustenta é a música”, disse.

A cantora afirma que o prato Trilogia de Sabores Fran Marins surgiu de uma conversa com a chef Paula Fernandes, proprietária do Hotel Fazenda Paraíso, onde Fran trabalha há 17 anos. “Conversamos sobre os mariscos que eu mais gosto e que mais combinam, e assim ela elaborou a receita, que agora é um grande sucesso do restaurante”, destacou.


Para Fran Marins, falar da gastronomia e da cultura paraenses é um prazer enorme. “Fiquei muito feliz com o convite do site Gastronomia Paraense, pois tudo que é da nossa cultura me deixa muito animada em poder participar. Sou papa-chibé de raiz. Amo todos os nossos pratos regionais, principalmente o nosso açaí, que não pode faltar na minha mesa todos os dias, e nada melhor que ouvir os nossos bregas, o nosso carimbó… Essas são as raízes, não só minhas, mas de todos os paraenses. Eu amo o meu Pará”, declarou.