1/19
Banner Site .png
Buscar

Prato paraense com toque à italiana

Chef William Oliveira apresenta receita especial para os corações apaixonados

Acredito que a importância da gastronomia numa história de amor é por meio da construção das memórias afetivas. É comer aquela comida especial e lembrar de um momento marcante na sua vida, é reviver uma memória especial antiga”, diz o chef e confeiteiro William Oliveira.


William conheceu o namorado, Robert Corrêa, pela internet, no início da pandemia. O casal está junto há um ano e um mês. “Nós termos nos conhecido foi fundamental para manter um melhor equilíbrio durante o isolamento, porque nós estávamos sempre conversando, assistindo a filmes e séries juntos a distância e fazendo exercícios juntos por aplicativo de treino. Criamos uma conexão muito forte mesmo estando distantes e isso acabou se transformando numa paixão. Sou feliz em dizer que meu namorado também é meu melhor amigo”, disse o chef.


Para William, a gastronomia fortaleceu ainda mais a história de amor dele e de Robert. “Tanto eu quanto ele somos famintos, então quase sempre temos que cozinhar alguma coisa juntos, e isso vai criando muitas memórias. Quando saímos para comer fora também sempre acontece alguma coisa bem memorável, seja para bom ou para ruim. Por exemplo, ‘lembra daquele lugar horrível que a gente foi?’ ou ‘nossa, naquele dia a gente comeu tanto e tava muito bom’”, relatou.


O chef afirma que as pessoas podem ser conquistadas pelo paladar, pois comer é um dos maiores prazeres da vida. De acordo com ele, ter alguém próximo que tenha talento na arte da gastronomia resulta em muitas memórias incríveis e prazeres garantidos.


O amor de William pela cozinha fez com que ele abrisse a confeitaria vegana Dulcys. “Meu amor pela gastronomia surgiu primeiramente pelo meu amor em comer doces, por isso estudei e pratiquei a confeitaria, e por conhecer diferentes culturas, quando fui me aprofundando mais nas outras áreas da gastronomia. Mas nos últimos tempos esse amor evoluiu para algo muito maior, o amor pelo planeta, pela natureza. Nosso planeta tem bilhões de pessoas que comem pelo menos três vezes por dia, ou seja, é lógico que o impacto é enorme, e isso começou a martelar na minha cabeça. Hoje, tanto na vida quanto no negócio, tento manter um equilíbrio maior com o planeta, e é algo apaixonante de verdade, descobrir a versatilidade dos frutos da terra. Encontro uma nova paixão todo dia”, contou.


Para o especial do dia dos namorados, William escolheu apresentar um prato de gastronomia paraense misturada com a italiana que, segundo ele, promete conquistar muitos corações: o espaguete com jambu e camarão.


Espaguete com molho de tomates, jambu e camarão

Molho:

3 tomates

3 dentes de alho

1/2 cebola

Sal

Pimenta do reino

Azeite de oliva extra virgem

Manjericão (opcional)


Modo de preparo:

Retirar apenas o cabinho dos tomates e cortá-los em 4, sem retirar as sementes. Descascar a cebola, cortá-la ao meio e despedaçá-la. Descascar os dentes de alho e cortá-los ao meio. Distribua tudo numa assadeira larga, tempere com sal, pimenta do reino e azeite. Asse na temperatura máxima do forno por cerca de 1h ou até começar a dourar e tostar. Depois bata tudo no liquidificador por 2 minutos. Acerte o sal e a pimenta. Acrescente folhas rasgadas de manjericão, se desejar. Depois bata novamente.


Guarnições:

250g de camarão rosa limpo

1 xícara de folhas de jambu grosseiramente picadas