1/19
Banner Site .png
Buscar

Reabertura de restaurantes: cuidados com segurança e qualidade

A retomada é seguida de expectativas e atenções aos cuidados com a saúde

Crédito da foto: Arquivo pessoal do Boteco Arsenal.

Restrições. Distanciamento social. Uso de máscara e álcool em gel. Cuidados redobrados. Com o novo normal, bares e restaurantes da capital paraense têm se preparado para a reabertura segura, cumprindo as normas de prevenção ao novo coronavírus, recomendadas pelos órgãos de saúde.


Neto Penna é sócio proprietário do Boteco Arsenal e do Studio Pub, dois conhecidos restaurantes de Belém. Segundo ele, os locais sempre cumpriram as normas de prevenção. "Nós sempre estivemos muito atentos e seguindo todas as regras que as autoridades recomendam. Fazemos a limpeza periódica de todo o sistema de refrigeração da casa, as mesas estão com distanciamento adequado e a equipe devidamente instruída", informou.


Neto ressaltou, ainda, que desde a primeira reabertura, em julho do ano passado, nenhum caso de covid-19 foi confirmado entre os colaboradores. A pandemia provocou uma mudança na rotina de vida e de trabalho. Novo modelo de atendimento, mais cuidados na preparação dos pratos, reorganização do espaço para manter o distanciamento social e o investimento no tão pedido delivery foram algumas das principais medidas adotadas pelos restaurantes para manter o funcionamento seguro para clientes e colaboradores.


"A equipe toda trabalha com luvas e máscaras desde a produção até o preparo. Tudo isso que estamos vivendo, de certo modo, nos faz ter muito mais atenção à segurança alimentar, não somente em quesitos relacionados ao vírus", explicou o empresário Neto Penna.


Crédito da foto: Arquivo pessoal Neto Penna.

Atenta à realidade e aos riscos impostos pela pandemia, a jornalista Adrielly Araújo (24) assinalou que os estabelecimentos podem reabrir, mas devem investir em medidas de segurança. "A pandemia ainda não acabou e todo o cuidado é pouco. É importante que os donos e empresários prestem atenção nisso e mantenham o uso de máscara, álcool em gel e verificação de temperatura na entrada do local", enfatizou.


Ainda segundo a jornalista, o empreendimento que leva a sério a segurança e a saúde das pessoas está um passo à frente nesse momento de retomada. "A gente já está há mais de um ano nesse processo de pandemia e eu acho que as pessoas acabam sentindo essa necessidade de sair um pouco, ver outros ares. Eu voltaria a frequentar, mas claro que prestando atenção em todas as medidas de segurança, usando máscara, álcool em gel, mas frequentaria sim", afirmou Adrielly.


A expectativa de Neto para a reabertura dos restaurantes é grande. "Depois de praticamente um mês fechados, poder reabrir dá a sensação de afrouxar um pouco a corda no pescoço para respirar. Essa crise atingiu em cheio o nosso setor. Porém, na primeira vez que voltamos do lockdown, a retomada foi muito positiva e as pessoas estavam com muita sede de viver, o que nos possibilitou trabalhar e girar nossas casas, mesmo com as restrições em vigor. Esperamos que o mesmo ocorra neste momento, precisamos mais do que nunca do apoio dos nossos clientes", concluiu.


Por Fernanda Cavalcante.