top of page

Caranguejo, prato típico dos paraense  



O caranguejo é um dos pratos mais comuns no Pará. O marisco, nativo da Região Nordeste, sempre esteve presente na mesa dos brasileiro, especialmente na dos paraenses.


Reunir a família, colocar o papo em dia e se deliciar com a carne branca do caranguejo é quase uma tradição entre os amantes do marisco. Adria Dinelly, 38 anos, disse que comer caranguejo a traz memórias efetivas. "Me lembra dos almoços de domingo em família, acompanhado com muito feijão e vinagrete", disse a funcionária pública.


Segundo Márcio André Calil, professor de gastronomia, o caranguejo é nativo do Nordeste do estado por ser uma região rica em Mangue. “O Pará se destaca como o maior consumidor desse alimento”, afirmou, destacando que Bragança e Vigia são as cidades que mais concentram a iguaria.


Com as tecnologias, a vigilância sanitária fiscaliza a extração da carne do caranguejo, que antes era artesanal e hoje é processada de forma industrial. “Logicamente isso encarece a produção. O que era caro ficou ainda mais caro”, disse o Chef. Calil também explicou que o caranguejo é consumido de três formas por quem mora ou visita a região, são elas o toc-toc, a unha de caranguejo e o arroz society, que por anos foi prato principal na Assembleia Paraense.


Ficou com água na boca? Pegamos a receita do Arroz Society para você. Acompanhe aí.


Arroz Society


Ingredientes

Arroz

Caranguejo

Cebola

Alho

Leite de coco


Modo de preparo

Primeiramente você refoga o caranguejo com cebola e alho, separe. Depois, prepare um arroz e jogue leite de coco e deixe ferver um pouquinho. Com o arroz ainda úmido, mexa até ele ficar soltinho e cremoso. Quando o arroz pegar esse ponto, acrescente o caranguejo e misture bem. Deixe refogar um pouco e retire do fogo. Pronto. Seu prato está pronto para servir.

Quando for servir, jogue um pouco do caranguejo refogado e um pouco de jambu por cima. Fica delicioso!



Com apoio de Rodrigo Moraes.


bottom of page