top of page

Gastronomia é Pura Arte

Kenny Nogueira; mãos, mente e coração divididos em dois grandes amores: gastronomia e arquitetura

Fotos Ilustrativa da Internet: retirada do site https://naoca.blog.br/especiais/receita-de-vatapa-tradicional/

Olá, Estranhos! Bem, antes de começar a falar, quero me apresentar. Sou Kenny Nogueira, do @arquitetogourmet, e chamá-los de estranhos foi a forma que escolhi para quebrar o gelo na hora de gravar os vídeos por lá, mas creio que logo vocês deixarão de ser estranhos para mim e vão acompanhar minha coluna aqui no Gastronomia Paraense.

Pode-se dizer que a “Gastronomia é arte de usar comida para criar a felicidade”. Mas o que é Arte? Bem, a arte pode ser entendida como a atividade humana ligada às manifestações de ordem estética ou comunicativa, realizada por meio de uma grande variedade de linguagens, tais como: arquitetura, desenho, escultura, pintura, escrita, música, dança, teatro e cinema, em suas variadas combinações.

Quando pensamos em arte, dificilmente conseguimos imaginar a gastronomia como fazendo parte dos grupos artísticos, mas sim, a gastronomia faz parte! O cozinheiro é o grande artista, desde a concepção do prato, até a combinação dos sabores, a apresentação e, acima de tudo, a sensação de prazer para o comensal.

Então, Gastronomia é Pura Arte! Imagina que o cozinheiro tem que pensar na combinação de sabores - doce, salgado, azedo e amargo-, em como podem combinar de forma harmônica dentro de um prato e, somente assim, é possível trazer a sensação de saciedade. E não quer dizer que o prato tem que ser uma pintura "renascentista" ou uma simples "ilustração da realidade", isso quer dizer um equilíbrio perfeito. Um prato pode exaltar somente um sabor ou então ser exagerado como uma Arte moderna ou surrealista como Van Gogh. O que estou querendo dizer, é que a combinação de sabores e técnicas vão te dar sensações diferentes de prazer, da mesma forma que os quadros podem lhe dar.

Mas, a arte da gastronomia não está somente na combinação de sabores, podem estar na apresentação dos pratos. Em como você escolhe os ingredientes e como eles podem compor um prato. Por exemplo: nosso vatapá. A combinação do branco com o amarelo, muitas vezes quebrado com um toque de laranja do camarão e o verde do jambu, você pode colocar isso dentro do prato ou pode organizar de forma a encher de vontade aquele que come.


A Arte está também na alquimia de misturar sabores inusitados em algo incrível. Um exemplo é o “bombom de cupuaçu”, a combinação perfeita entre dois ingredientes que juntos se completam. Tudo isso faz parte do trabalho do artista: cozinheiro!!!

Eu sou arquiteto também e quando penso em gastronomia não imagino somente a composição de sabores, mas imagino como cada elemento e ingredientes do prato podem contribuir para esses sabores, como o prato pode trazer uma sensação de bem-estar na hora de servir a comida, como a combinação dessa preparação pode chegar à mesa do cliente e, principalmente, qual é a combinação perfeita ao ser colocado na boca. É a mesma sensação de quando entrego uma obra finalizada e a sensação de satisfação do cliente ao entrar em sua casa pela primeira vez. É a mesma sensação de prazer na hora de dar a primeira garfada na comida. Uma sensação incrível!


Posts recentes

Ver tudo

Farinha além dos pratos, carrega história

Olá, Estranhos! No texto deste mês vamos falar um pouco da importância da casa de farinha e a sua importância para nossa cultura alimentar. Para isso é preciso compreender o papel simbólico do ato de

Comments


bottom of page