1/19
Banner Site .png

Gastronomia conecta casal vegetariano

Anna Flávia Damasceno afirma que a tática usada pela namorada para conquistá-la foi o

bom prato

Aryane Parra e Anna Flávia Damasceno se conheceram em outubro de 2020 e estão juntas desde então. Oito meses atrás, Aryane chamou Anna para almoçar em sua casa, mas alertou que tinha um “problema”: na época, ela era vegetariana havia mais de um ano. “Só que, para a minha surpresa, a Anna disse que também era vegetariana. Foi naquele momento que eu pensei: ‘Nossa, isso tem tudo para dar certo’”, contou Aryane. Esse ponto em comum entre as duas foi um dos principais motivos para o romance começar.


Anna Flávia afirma que o convite para almoçar foi uma estratégia de conquista da Aryane que deu muito certo. “Nesse dia, ela cozinhou para mim e conseguiu me conquistar por meio da comida”, declarou. Aryane adora cozinhar e acredita que as pessoas devem comer bem. Por isso, ela se esforça e acha que cozinha bem. “Já errei muito, mas hoje eu já sei fazer várias comidas vegetarianas e veganas”, disse.


“Mesmo sendo vegetarianas, nós não abandonamos os nossos costumes paraenses. Comemos várias comidas com jambu e gostamos muito de uma pizza de jambu que tem num restaurante que nós sempre pedimos”, afirmou Aryane.


O casal também adora tomar açaí e pensa em pedir o peixe frito vegano feito com grão de bico de um restaurante que elas conhecem, para comer junto com a iguaria paraense. “Eu já provei o peixe e fico até em dúvida se realmente é de grão de bico, porque parece muito com um peixe mesmo”, ressaltou Anna Flávia. Outras comidas da gastronomia do Pará apreciadas por elas são o vatapá e a maniçoba vegetarianos.


O casal sempre cozinha junto, pois a gastronomia é algo que conecta as duas e fortalece ainda mais o carinho entre elas. Segundo Aryane e Anna, uma apoia a outra com a questão do vegetarianismo. Elas constantemente pesquisam novas receitas veganas e vegetarianas para testar. “Para o casal vegetariano, a gastronomia é essencial”, informou Anna.


De acordo com Aryane, há alguns anos ela precisou fazer uma reeducação alimentar, porque só vivia de macarrão instantâneo, alimento que faz muito mal à saúde. Depois de um tempo, começou a morar sozinha e desenvolveu os conhecimentos na cozinha e o gosto por cozinhar para si. Atualmente, Aryane afirma que a maior prova de amor que pode dar para ela mesma e para as pessoas que ama é a comida que ela faz. “A minha transição para o vegetarianismo foi um pouco desafiadora, mas eu gostei. Várias vezes eu chegava em casa de última hora e não sabia o que fazer, inventava uns pratos vegetarianos que deram certo e agora já estão no meu cardápio. Cozinhar é sempre uma grande experiência”, destacou.


Para Anna, a namorada é companheirismo e amor. É alguém com quem ela sabe que pode contar em qualquer momento. A cada dia que passa, Anna descobre algo novo de Aryane e todas as vezes ela se surpreende positivamente, afirma. “A Anna significa paz, confiança e parceria para a vida. Me sinto muito confortável quando estou com ela. A gente tem um relacionamento tão tranquilo e isso para mim é novo, o que não deveria ser. Ela significa um relacionamento saudável, uma pessoa que eu amo muito e com quem eu quero construir muitas coisas. É alguém que eu consigo enxergar com facilidade em outras etapas da minha vida e assim espero pelo tempo mais longo possível”, concluiu Aryane.