top of page

Gastrônoma paraense transforma o clássico em regional

Vanja Nascimento modifica sobremesas típicas da região Norte, acrescentando ingredientes



Além das comidas exóticas e saborosas, o Pará é muito conhecido também por seus doces, geralmente feitos com frutas e outros ingredientes locais, como cupuaçu, bacuri, açaí, farinha de tapioca, castanha-do-Pará, muruci etc. Alguns exemplos famosos são os bombons de cupuaçu ou de castanha-do-Pará, o musse de bacuri ou de cupuaçu, o bolo podre e os biscoitos de castanha.

A gastrônoma paraense Vanja Nascimento, que cozinha desde os 12 anos por incentivo da mãe, cria todas as sobremesas dela tendo como base os insumos da região Norte. Ela pega pratos das culinárias francesas e italianas e coloca frutas regionais no lugar dos ingredientes originais.


Segundo Vanja, a sobremesa é um prato que precisa estar no cardápio. Não se pode fazer um menu de restaurante sem colocar uma sobremesa de qualidade. "Quando a gente trabalha com os ingredientes da nossa região, a comida fica ainda melhor, porque nós temos aqui alimentos que realmente surpreendem quando a gente faz as preparações. São sabores diferentes e isso contagia as pessoas que comem", afirmou.


As principais sobremesas do restaurante de Vanja são o tiramissu de cupuaçu, sobremesa típica da Itália, mas com o creme da fruta paraense no lugar dos componentes originais; o pavê de bacuri, que a gastrônoma faz com uma massa francesa, adicionando castanha-do-Pará e creme de bacuri na receita; e o bolo podre de açaí, doce da região Norte feito com farinha de tapioca e coco, no qual Vanja decidiu acrescentar o açaí.


Yago Sousa, estudante, se interessa muito por sobremesas regionais, pela mistura dos sabores doces e azedos. "São gostos que me lembram da infância, da minha avó e deixam um mix de sabor e de lembranças", disse.



Por Ana Luiza Imbelloni

Kommentare


bottom of page