top of page

TARUBÁ: A bebida exótica do oeste paraense

Crédito da foto: @refugionightfoods.


O tarubá é uma bebida indígena preparada com beijuaçu, caxiri e tiquira. De textura leitosa, sua base é a macaxeira. Tradicionalmente produzida e consumida por índios da região de Tapajós, oeste paraense.


O tarubá é uma bebida fermentada, doce, cheirosa e não tem sabor que possa compará-la com qualquer outra bebida. A produção dessa bebida requer paciência e dedicação, podendo levar vários dias para chegar ao ponto ideal de consumo.


Da macaxeira extraímos o tucupi, assim obtendo o beiju, que deve ser assado enroladinho em folhas de bananeira, preferencialmente molhado com água. O "descanso" da massa é essencial para assim ocorrer a fermentação esperada e se o tempo for longo a fermentação torna-se alcoólica.


A finalização da bebida pode variar de acordo com cada gosto, podendo ser rústica ou até mais moderna com o auxílio de um liquidicador. As são utilizadas ao servir como resistência aos costumes indígenas e a preservação cultural de seus consumidores.


É uma bebida apreciada e conhecida em festas como o Sairé, a mais famosa daquela região bem como, em festas de santos em pequenas comunidades, os mastros.


Há muito ainda o que se falar sobre sabores exóticos da Gastronomia Paraense, principalmente aqueles que tem pouca divulgação. No caso das bebidas, há ainda a resistência de bebidas industrializadas que tem o acesso mais fácil.


Tarubá é mais que uma bebida, é uma tradição cultural restrita e que pode ser consumida em dias festivos. Rica em nutrientes, vitaminada e exótica.

Posts recentes

Ver tudo

Gengibirra, a bebida exótica e misteriosa

Gengibirra é uma espécie de cerveja artesanal que tem o gengibre como ingrediente base misturado ao açúcar ou mel, fermento de pão, água e ácido tartárico. Geralmente saborizada com alguma fruta. A ma

Ajuru: a frutinha exótica das praias

Sabor exótico, adstringente, estimulante sexual e pouco explorado pelos paraenses, o ajuru é uma frutinha de origem africana, precisamente do Senegal. Facilmente a encontramos em regiões de praias nos

Comments


bottom of page