top of page

Sheik Jambu: uma jornada de coragem e sabor

Criado a partir da junção da gastronomia árabe e paraense, o restaurante conquistou paladares

Sheik Jambu. (Crédito da foto:

Na movimentada e encantadora Belém do Pará, nasceu uma joia culinária que conquistou o paladar local e ultrapassou fronteiras com sua mistura ousada de culinárias árabe e paraense. O Sheik Jambu, fundado no bairro da Marambaia, em 27 de setembro de 2020, por Felipe Freitas, engenheiro de 31 anos, tornou-se rapidamente uma referência na cena gastronômica local.


Uma ideia improvisada, uma realidade saborosa


A história do Sheik Jambu começou de maneira tão inesperada quanto deliciosa. Felipe Freitas, engenheiro apaixonado pela comida árabe, nunca imaginou que seu destino o levaria a inaugurar um restaurante. Em uma conversa casual com um amigo de infância e a inspiração vinda de um lanche árabe local, a ideia de abrir um negócio tomou forma. "Não teve planejamento, deu uma luz, faz e é isso. E a gente está aí até hoje", revela Felipe ao enfatizar que enxerga no empreendimento o principal sustento de sua família.


Yakissoba Especial. (Crédito da foto: arquivo pessoal).

A fusão de sabores paraenses e árabes


O grande diferencial do Sheik Jambu está na fusão única de sabores paraenses e árabes. Com pratos tradicionais árabes, como xauarma e esfiha, o restaurante adiciona um toque paraense, incorporando temperos locais e ingredientes autênticos. O carro-chefe, o Sheik Jambu, é uma inovação que conquistou os clientes: camarão rosa, jambu e creme de tucupi, uma explosão de sabores que só pode ser encontrada no local.


Esfiha aberta. (Crédito da foto: arquivo pessoal).

Os desafios do começo e o apoio da família


Os primeiros passos do Sheik Jambu foram marcados por desafios e um trabalho árduo. Inaugurando durante a pandemia, a equipe teve que se adaptar rapidamente às restrições e focar no delivery. Felipe, acompanhado de sua família, enfrentou a dificuldade financeira e as longas jornadas de trabalho. "Minha família toda me ajuda, meus pais, minha mãe na cozinha, meu pai comprando material, minha esposa me ajudando no local", compartilha Felipe.


Segundo Felipe, o começo de tudo sempre ficará marcado pela determinação da família em querer ajudar o empreendimento a dar certo. Pai, mãe e esposa aproveitando cada minuto para conseguir conciliar seus trabalhos para ajudar Felipe na realização do empreendimento que deseja deixar como patrimônio familiar aos filhos. "O que a gente passou é meio inacreditável, sabe? Como foi feito, como a gente foi fazendo, conciliando um trabalho com o outro, uma coisa com a outra. Vinte minutinhos que a gente conseguia extra, corria para fazer algo no restaurante. É muito bacana tudo o que a gente passou", relembrou.


Felipe é casado com Yasmim Azevedo e o casal tem dois filhos, Gabriel e Sophia, ela de cinco anos e ele de dois. "Eles são minha maior riqueza, não escondo de ninguém, todos sabem que os meus filhos estão acima de tudo. Acaba que é muito trabalho, o restaurante vai crescendo a cada mês e acaba que tem vezes que eu não consigo nem ver meus filhos no dia, aí eles têm que ir no restaurante e me ver. Vários dias eles vão até mim no restaurante. É só uma parte do trabalho árduo", disse o empreendedor ao destacar as dificuldades do começo de todo negócio.


Yasmim e Felipe, casal empreendedor. (Crédito da foto: arquivo pessoal).

O nome e a identidade única


O nome Sheik Jambu não é apenas uma escolha aleatória; é uma representação cuidadosa da fusão cultural do restaurante. "A gente buscou um nome que tivesse um pouco do árabe e um pouco do paraíso", explica Felipe. "E Jambu, a cara do paraíso, né? E o Shake, do Árabe." O logotipo do mascote, o "Shake", segurando um jambuzinho com xauarma, complementa a identidade única do estabelecimento.


Felipe ao lado dos filhos Gabriel e Sofia. (Crédito da foto: arquivo pessoal).

Impacto na comunidade e futuro promissor


O Sheik Jambu não é apenas um restaurante; é uma adição valiosa à comunidade local. Em um bairro repleto de opções gastronômicas, Felipe destaca o papel do restaurante em trazer uma nova experiência culinária. "Nosso país Marambaia ganhou mais um tipo de comida", enfatiza ele. Apesar de ainda não ter iniciativas sociais regulares, o Sheik Jambu promete continuar contribuindo para o crescimento da comunidade.


O empreendimento familiar cresceu e atualmente são 15 funcionários que atuam no espaço, o que abriu oportunidade para ajudar mais pessoas através da contratação de mão de obra, ajudando a aquecer a economia local e a levar sustento para essas famílias. "Já era impossível, só a gente", diz Felipe.


Felipe ao lado dos filhos, dos pais e familiares. (Crédito da foto: arquivo pessoal).

Conexão com os clientes: uma experiência gastronômica única


O Sheik Jambu busca oferecer mais do que apenas refeições deliciosas; eles querem criar uma experiência gastronômica memorável. "O que eu quero passar para os clientes é a experiência gastronômica, que eu quero proporcionar para eles no paladar", diz Felipe. A equipe trabalha incansavelmente para surpreender os clientes, muitos dos quais experimentam pela primeira vez a culinária única do local.


Sheik Jambu com camarões para fora. (Crédito da foto: arquivo pessoal).

Um legado de sabor e inovação


Felipe Freitas almeja deixar um legado de pratos e receitas inovadores que contam a história da culinária paraense e árabe. Com a humildade e o esforço que caracterizam o Sheik Jambu, ele aconselha os futuros empreendedores: "Se você gosta, tenta, se esforça. A gente corre atrás e tenta sempre melhorar". O futuro do Sheik Jambu parece brilhante, cheio de novas criações e o mesmo toque autêntico que conquistou os corações dos clientes desde o primeiro dia.



O Sheik Jambu fica na Avenida Rodolfo Chermont, 398, no bairro da Marambaia, em Belém do Pará.

Instagram: @osheikjambu

Telefone: (91)98399-6319.

Comentarios


bottom of page